| Agência de Publicidade e Marketing 360º

Mini carrinho

Já pensou no que vai fazer naquele tempinho de folga? Que tal assistir um filme brasileiro?

Quem acompanha as notícias sobre o Oscar, já deve estar sabendo que no último dia 30, a Acadêmia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, entidade que organiza a premiação, divulgou a lista com os novos convidados para compor o júri. E dessa vez, em uma tentativa de aumentar a diversidade da banca, a lista conta com 819 votantes de 68 nacionalidades (G1), inclusive brasileiros!

E para comemorar o aumento do número de brasileiros no júri da premiação, preparamos essa lista (com todos os títulos disponíveis na Netflix) pra você poder aproveitar seu momento de folga, e conhecer mais sobre o cinema nacional!

1. O filme da minha vida (2017)

Com direção e atuação de Selton Mello, o filme se passa na década de 60 e acompanha a história de Tony, que após um tempo fora, retorna a sua cidade natal para trabalhar como professor. Em meio aos conflitos dos alunos, Tony precisa aprender a lidar com os seus próprios, encarando as  descobertas e experiências juvenis.

2. O som ao redor (2012)

Com a direção de Kleber Mendonça Filho, que dirigiu outros títulos de sucesso como Aquarius (2016) e Bacurau (2019), o filme conta a história de um grupo de moradores de um bairro classe média no Recife, que contratam os serviços de seguranças particulares para trazer paz aos moradores, mas acaba criando novos conflitos. Além do enredo principal, o filme tem um excelente desenho de som, que colabora muito para o desenvolvimento da história!

3. Cinema, Aspirinas e Urubus (2005)

Em meio ao sertão nordestino, dois homens de origem distintas, um alemão fugido da Segunda Guerra Mundial, e o outro homem de origem simples, nascido e criado no sertão, se encontram e desenvolvem um forte laço de amizade.

4. Branco sai, preto fica (2014)

Consagrado no Festival de Cinema de Brasília do ano de lançamento, o filme conta a história de um baile de black music em Brasília que marcará a vida de dois jovens pra sempre.

5. Temporada (2018)

Juliana se muda para a periferia de Contagem em Belo Horizonte para trabalhar no combate a dengue. Com a mudança, ela se redescobre, e faz novas amizades que mudam sua vida. Ao mesmo tempo, Juliana lida com problemas em seu relacionamento, e se vê em uma jornada para a independência.

E aí? Pronto(a) pra se emocionar com o cinema nacional? Conta pra gente o que achou da lista!

 

 

Tem dias que parece que a nossa criatividade adormeceu, e nada parece dar certo, não é mesmo? Nesses dias nada parece adiantar. Você suspira, respira fundo, toma um café, e nada. E então, começa o estresse, a ansiedade, e o desespero.

Se você está se sentindo assim, acalma-se! Preparamos algumas dicas pra te ajudar a recuperar sua criatividade de maneira saudável.

O que é o bloqueio criativo?

Podemos descrever o bloqueio criativo como aquele momento em que a inspiração e as ideias nos fogem, causando uma sensação de incapacidade. É comum acontecer com pessoas que trabalham em áreas que exercem diretamente a criatividade, como as artes, a música, ou com desenvolvedores de conteúdo. Mas a verdade, é que ninguém está livre de sofrer um bloqueio criativo em alguma ocasião.

E por que ele acontece?

Essa é uma questão muito relativa. Existem diversos fatores que podem ocasionar um bloqueio criativo.

Estresse, excesso de preocupação, algum desconforto, como sono, cansaço físico ou mental, má alimentação, situações de pressão, abalos psicológicos, ou até mesmo o ambiente são possíveis inibidores de criatividade.

Encontrar e entender o potencial motivo (ou motivos) é uma das formas mais eficazes de enfrentar momentos de bloqueio.

Diagnosticar o problema muitas vezes pode ser uma tarefa difícil. Assim como existem os motivos mais óbvios, que são aqueles eventos isolados, como o cansaço, desconfortos fisiológicos, e o ambiente, também existem questões mais profundas que exigem um nível maior de atenção, às vezes sendo necessário procurar a orientação de um profissional.

É o caso de alguns transtornos psicológicos que podem servir de gatilho para um eventual bloqueio criativo, como a ansiedade. Sentimentos de insuficiência, que geram o medo da rejeição, ou até mesmo o medo de um sucesso passado (que acontece quando existe o medo de quebrar um ciclo de sucesso, ocasionando uma pressão por desempenho)  podem ser a causa da barreira criativa.

Sobrecarga de tarefas, falta de direção e prazos curtos também são possíveis causas de estagnação da criatividade. Mas como assim? Muitas vezes quando nos sentimos inibidos criativamente, tentamos resolver nos envolvendo em diversas atividades ao mesmo tempo, o que consequentemente causa ansiedade.

E como solucionar?

A solução do problema vai depender da causa. Por isso, a avaliação é essencial para conseguir combater o bloqueio.

O primeiro passo, é dar uma pausa no que está fazendo, e tentar relaxar a mente. Reflita sobre os acontecimentos recentes em sua vida, e como está o contexto no qual está inserido, para encontrar a possível causa.

Escute música

A música é um potente estimulador para o corpo. É capaz de nos relaxar, de nos deixar animados, e até tristes. Faça uma playlist de músicas lhe fazem sentir bem, motivado, ou alegre para escutar em momentos que se sentir inibido.

Assista filmes e séries

Sabe aqueles filmes que te inspiram? Que quando você assistiu pela primeira vez teve aquela sensação que mudou sua vida? É hora de revê-los!

Também dê chance a novas produções. Assista aquele filme que sempre quis, mas nunca teve a oportunidade. Procure optar por filmes com temática alegres, como superação, romance, mudanças de vida, etc.

Assim como a música, os filmes podem ter efeitos positivos sobre o cérebro, causando sensação de bem estar, excitação, e também servem de referência.

Procure por referências

Dedique um tempo a procurar referências de resultados próximos ao que você quer obter. Siga artistas nas redes sociais, páginas de criação de conteúdo, sites e blogs de assuntos relacionados ao seu trabalho. Acompanhe sempre que possível as novidades do mercado, as dicas de outros profissionais, e esteja troque referências com colegas e amigos.

Medite

Não exatamente como aquela imagem clássica que nos vem a mente: uma pessoa sentada na posição de lótus, com um semblante sereno, pensando em nada.

A meditação pode ser também o simples ato de deitar-se e relaxar. Aqueles minutos no banho, tomar um chá, ou se funcionar pra você, as meditações guiadas no Youtube, ou plataformas de áudio.

Sempre tente trazer sua atenção para o presente. Ou seja, quando deitar-se na cama, foque sua atenção ali. Sinta o colchão, o travesseiro, a brisa da janela, o som do ambiente, evitando que sua cabeça viaje para os problemas e compromissos futuros.

 Converse

Procure algum apoio externo. Converse com pessoas próximas, ou alguém mais experiente para trocar experiências. Não precisa necessariamente ser sobre o que te afeta, mas sobre qualquer assunto. Conversar é uma ótima maneira de distrair a mente e compartilhar conhecimento.

Descanse

Deixe tudo de lado por um tempo, e descanse. Isso mesmo! Durma, ou fique sem fazer nada. Se dê um tempo para relaxar. Descansar pode te ajudar bastante a enfrentar um bloqueio criativo. Com a mente descansada, você se sentira renovado!

Faça o planejamento

Sempre que pegar um trabalho, faça o planejamento prévio dele. Esboce ideias, anexe referências, direcione o caminho. É muito importante ter uma direção na hora de executar uma tarefa. Vai te ajudar a otimizar seu tempo, e não esquecer aquela ideia genial que surgiu, mas no momento da pressa a gente acaba esquecendo de realizar.

Separe um momento para estudar

Muita gente acredita que deve esperar o momento de inspiração para criar. Mas isso nem sempre é verdade! A rotina é um ótimo estimulo para a criatividade. Nosso cérebro gosta de seguir regras. Separe um momento do seu dia para estudar, criar, experimentar, e faça disso um hábito.

Escreva

Escrever é ótimo para estimular a mente. Sempre tenha um bloco de papel ao seu alcance. Anote sempre que tiver uma ideia, uma preocupação, ou até mesmo algo que queira lembrar de ver, ler ou escutar.

Analise o ambiente

Preste atenção no seu ambiente. Será que ele não é uma possível causa do seu bloqueio criativo? Ambientes sujos, bagunçados, cheios, barulhentos, ou desconfortáveis podem agravar seus problemas.

Analise o ambiente em que trabalha/estuda. Observe se você pode realizar alguma melhoria, otimizá-lo, ou deixá-lo mais confortável.

Leia

Existem diversos livros sobre bloqueio criativo. Um especial se chama O caminho do artista, da autora Julia Cameron. É como um guia, que propõe algumas tarefas para você executar que irão te ajudar a manter o foco e a criatividade fluindo.

Mas também procure por livros que te agradam, histórias, fantasia, livros técnicos. A leitura assim como a música, e os filmes é um ótimo estimulante para o cérebro.

Manter uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios físicos também auxiliam muito.

E lembre-se: é normal sentir-se bloqueado criativamente. Muitos fatores podem interferir na sua produtividade. Não se desespere. Procure ajuda, e siga algumas das nossas dicas.

 

 

A leitura é uma ótima maneira de manter seus conhecimentos atualizados e alinhados com as novas tendências do mercado. Organizar seu tempo para dedicar-se ao hábito talvez seja a parte mais difícil nessa jornada. Por isso, separamos 5 leituras essenciais, uma em cada área específica do design para que você possa se programar de acordo com as suas necessidades mais urgentes!

1. Princípios Universais Do Design – William Lidwell (TEORIA)

Will Lidwell, é uma referência do design gráfico que atua desde meados de 1990. Nesse livro, o autor traz em uma linguagem mais acessível uma visão bastante abrangente sobre Design. Ele discorre sobre diversos princípios da área, sem correlacioná-los, possibilitando que o leitor possa colocá-los em prática imediatamente.

2. Pensar com tipos: Guia para designer, escritores, editores e estudantes – Ellen Lupton (TIPOGRAFIA) 

Neste título bastante famoso, e muito utilizado nas faculdades, a autora mostra como usar a tipografia da maneira correta. Explorando três seções: letra, texto e diagramação. Ela aborda os conceitos por trás da prática, o que torna esse livro um verdadeiro guia para os criativos!

 

3. Psicologia das cores: Como as Cores Afetam a Emoção e a Razão – Eva Heller (CORES)

Esse talvez seja o título mais famoso da seleção. Nele, a autora reúne vários estudos e pesquisas de como as cores atuam no contexto psicológico, o que significam, e como interferem em nossas emoções. Com certeza esse título merece uma atenção especial porque pode ser útil em diversas situações diferentes, e em vários momentos da sua carreira.

 

4.Fundamentos Essenciais da Ilustração -Andrew Hall – (ILUSTRAÇÃO)

Um verdadeiro guia para ilustradores, o autor apresenta com auxilio de recursos visuais, como ilustrações e gráficos, aspectos fundamentais para a criação artística. Além da teoria, o livro também oferece uma introdução dedicada a parte prática, apresentando algumas técnicas básicas de criação de imagens.

5.Manual de Identidade Visual: Guia para a Construção de Manuais – Daniella Munhoz (IDENTIDADE VISUAL)

Escrito pela brasileira Daniella Munhoz, o livro é uma introdução ao mundo da identidade visual. Ela explora os elementos por trás da criação, de maneira prática e objetiva, possibilitando que o leitor coloque em prática os conceitos apresentados com um bom embasamento bibliográfico.

 

Conta pra gente o que você achou dessa seleção! Qual desses títulos você tem mais curiosidade em ler?

 

 

 

Com a recomendação de isolamento social ainda em vigor, uma das melhores maneiras de aproveitar o tempo é consumindo filmes, séries e documentários. Por isso, separamos algumas produções que não podem faltar na sua lista!

O processo de criação faz parte da vida de todo designer e produtor de conteúdo. E nada melhor do que estar sempre em dia com as inovações do mercado, e contar com um bom repertório de inspirações.

Que tal aperfeiçoar suas ideias durante a quarentena?

1.ABSTRACT: THE ART OF DESIGN

Essa com certeza é uma das séries mais famosas quando o assunto é Design! É uma série produzida e exibida pela Netflix. Mostra como o Design pode ser trabalhado em diversas vertentes. Cada episódio acompanha o trabalho de um dos grandes nomes do Design pelo mundo.

2. OBJECTIFIED

Você já imaginou como o design de objetos que rondam nosso dia a dia foram pensados? Sua escova de dentes, embalagens, cadeiras, e até mesmo aparelhos eletrônicos, como seu celular. Cada objeto passou por um complexo processo de criação, levando em considerando a importância de todas as pequenas coisas antes de chegar ao mercado. E é justamente esse tema que o documentário aborda.

3. ART&COPY

Esse documentário é um retrato de como a publicidade evoluiu dos anos 60 até os dias atuais. Conta com referências poderosas da área, como a criação de campanhas como “Just Do It”, e como isso influencia nossa cultura.

4. INDIE GAME

Definitivamente não pode faltar na lista dos geeks de plantão! Esse documentário aborda a realidade por trás da criação de alguns games independentes. Mostra desde o desenvolvimento (pixel por pixel), até a pressão do trabalho em equipe que envolve o processo de criação.

5. BAUHAUS

Renomada escola de artes na Alemanha, fundada pelo arquiteto Walter Gropius, a Staatliches Bauhaus, ou simplesmente Bauhaus, se tornou uma das grandes referências para a arquitetura, e design de interiores. A escola foi construída com a ideia de que todas as artes poderiam ser reunidas.

O documentário mostra como a escola se desenvolveu, o confronto com o partido nazista, e as referências que são usadas até hoje no mundo do design.

Bônus:

LOGORAMA

Um curta metragem de 15 minutos que é inspirado em logotipos. Ele mostra como os logos que vemos diariamente influenciam no nosso cotidiano.

WALT ANTES DO MICKEY

O longa mostra o caminho que Walt Disney percorreu antes de criar o Mickey, contando a história do criador e como  ele se tornou uma das maiores inspirações no mundo da animação.

E aí? Que tal aproveitar aquele momento de bloqueio criativo para assistir uma dessas produções?

Pegue a pipoca e divirta-se!

Todos nós sabemos o quanto ta sendo difícil esse período de quarentena, alguns querem logo se encontrar com os amigos, curtir na balada, alguns não estão se dando bem com a família em casa etc. Quantas vezes você se reuniu com sua família para assistir um filme legal? Aposto que se sua resposta foi sim, você deve ter se divertido bastante nesse momento. Então se você quer repetir esse momento ou se você quer vivê-lo agora nós separamos uma lista de 10 filmes para assistir com a família.

  1. Os Irmãos Willoughby
  2. Rango
  3. Mogli ( Entre dois mundos )
  4. Matilda
  5. O pequeno Stuart Little
  6. O pequeno Príncipe
  7. A Menina e o Porquinho
  8. Meu amigo vampiro
  9. Procurando Dory
  10. O Bob Esponja Filme

Observação – Todos os filmes citados na lista estão disponíveis na plataforma Netlix.

Ligamos para Você!


Seu número de telefone não será usado para fins de marketing