Entenda como posicionar o seu site no Google e atrair clientes

por Gizella Almeida Silva

As empresas que querem se destacar e ter melhor posicionamento no Google sabem da importância em investir em anúncios nas plataformas digitais, e como isso pode fazer toda a diferença quando se trata do aumento de vendas. 

A gigante do setor de tecnologia oferece uma ferramenta chamada Google Ads que permite que a plataforma de busca coloque em destaque os links que são patrocinados por empresas. 

Entretanto, não ocorre de forma tão simples, pois há estratégias relacionadas ao marketing digital que precisam ser empregadas e que ajudam no posicionamento na página de busca do Google, inclusive, de forma orgânica.

A seguir, vamos entender como se dá o funcionamento dessa ferramenta essencial para o marketing digital das empresas na internet, quais as vantagens e os diferenciais que podem servir como atração de leads – como são denominados os potenciais clientes.

A estratégia de inbound marketing na prática

O posicionamento de um site dentro da plataforma de busca do Google demanda um trabalho apurado no marketing digital. 

Dessa forma, é necessário encontrar uma estratégia que reúna um conjunto de ferramentas que podem ser aplicadas e que se ajustam a melhora no ranqueamento. Trata-se do inbound marketing, uma estratégia que pode ser desenvolvida com a finalidade de:

  • Atrair;
  • Converter;
  • Vender;
  • Encantar ou reter.

Essa estratégia também é denominada marketing de atração, pois está relacionada em criar laços com os leads, que podem encontrar a empresa a partir de uma pesquisa na plataforma de busca.

O posicionamento dentro do resultado de pesquisa pode ser relativamente alto, em se tratando de empresas que trabalham de maneira apropriada quanto ao uso de SEO (Search Engine Optimization), ou seja, a otimização dos motores de busca com palavras-chave.

Entretanto, esse pode ser um processo que demanda tempo, o que pode ser reduzido com o uso de ferramentas certas e o investimento em Google Ads. 

Os links podem ser patrocinados, tendo destaque tanto no topo quanto na base da página de buscas do Google. Isso pode ser somado às estratégias de inbound marketing e, então, alcançar um posicionamento que trata a empresa como autoridade.

Sendo assim, a divulgação se torna mais abrangente, alcançando maior número de leads com possibilidades reais de se tornarem clientes fidelizados. 

4 fatores de identificação para resultado Google

O Google utiliza algoritmos que identificam e rastreiam palavras-chave que podem ser adequadas a uma pesquisa realizada por qualquer usuário dentro da plataforma de busca. 

Trata-se de uma mecânica que visa identificar sites que estão indexados à busca, onde a possibilidade de resultar em um conteúdo relevante pode ser entregue para o internauta, ou que tenha relacionamento próximo ao que se destina. 

Para isso, são aplicados 4 fatores que passam por análise, como serão apresentados a seguir.

  1. Palavra-chave e marketing de conteúdo

A técnica de SEO é fundamental para que os conteúdos presentes em um site, um blog, ou mesmo nas redes sociais e outras plataformas digitais, possam ser propostos pelo Google. 

O ranqueamento se dá por meio de diversas abas, como pode ser observado na página, desde a totalidade, até páginas específicas, como:

  • Imagens;
  • Notícias;
  • Shopping
  • Vídeos.

Sendo assim, quando alguém faz uma pesquisa sobre ozonioterapia para queima de gordura, ela pode identificar fotos de equipamentos, notícias sobre o funcionamento e novidades no mercado. 

A aba de shopping leva a lojas virtuais, e-commerces e marketplaces, até mesmo do próprio Google, para que a compra possa ser realizada em poucos cliques. 

Os vídeos podem ser apresentados por empresas que valorizam os produtos e serviços que têm a oferecer aos consumidores. 

Dessa forma, é possível enriquecer ainda mais o marketing de conteúdo, falando com mais propriedade e reforçando a autoridade sobre o assunto tratado.

Para que o ranqueamento na página do Google seja satisfatório, é importante ressaltar a técnica de SEO em textos, artigos, no nome indexado de imagens e vídeos. 

Além disso, para falar sobre instalação de camara fria voltado para a automação e segurança residencial, por exemplo, é importante manter as URLs amigáveis. 

Isso é, empregar nos links as palavras-chave para que assim possam ser encontradas com mais facilidade pelo algoritmo.

  1. Parcerias e fortalecimento com backlinks 

Os backlinks podem estar presentes em diferentes ferramentas digitais, e são muito importantes para fortalecerem os sites como autoridades perante o resultado de buscas do Google. 

Por isso é imprescindível trabalhar o marketing digital em espaços como:

  • Envio de e-mail marketing;
  • Portais de notícias;
  • Postagens de redes sociais;
  • Sites e blogs parceiros.

Uma empresa que trabalha na área de varejo de roupas como lojas, pode fazer a divulgação de um saco plastico para roupas no cabide enviando um e-mail marketing para construtoras e incorporadoras, o que envolve o mercado B2B (Business To Business).

Caso a serralheria tenha um mailing direcionado para pessoas físicas, entra o modelo B2C (Business To Consumer), porém com foco em clientes que mostraram interesse, de alguma forma, sobre os produtos disponibilizados.

O importante é garantir no escopo do e-mail um link bem estruturado e uma chamada para o clique, levando o destinatário para uma página que seja de interesse, e que possa garantir mais vendas. 

Inclusive, essa estratégia pode ser reconhecida pelo algoritmo do Google é entendida como uma referência, trazendo ainda mais valor às páginas.

Da mesma forma, pode ocorrer o contrário, como no caso de construtoras que buscam um serviço de dedetização 24 horas em casas e apartamentos de um projeto imobiliário. 

As parcerias comerciais entram em ação, onde um backlink pode estar disponível dentro do texto de uma empresa que fala sobre segurança domiciliar, ou nas mudanças implementadas no mercado da construção civil, indicando o recall de aquecedores residenciais. 

  1. Rankbrain se baseia em inteligência artificial

Os algoritmos atualizados do Google se baseiam em inteligência artificial, e o rankbrain é uma ferramenta que “aprende” a realizar as tarefas, promovendo os resultados mais relevantes que estão associados ao que qualquer internauta procura. 

Assim, a pesquisa é realizada com intuições das próprias máquinas, garantindo ao algoritmo uma busca que apresenta resultados efetivos, e longe de qualquer ambiguidade.

Dessa forma, se o empreendedor de um terreno por empresas de piscinas em sp, o Google vai ranquear de acordo com diversos fatores, como localização, profissionais especializados relacionados a raça de gato, cachorro, entre outros dados precisos. 

Por isso é importante que as empresas trabalhem o SEO de maneira adequada, para que possam ser identificadas de forma correta para os algoritmos e direcionados para um público mais propenso/alinhado à proposta da marca.

Aliás, é muito importante que cada material produzido, seja qual for o formato, contenha as palavras-chave devidamente apropriadas, para não serem relegadas pela própria inteligência artificial proposta pelo Google e que, se não estiverem bem planejadas, podem prejudicar o posicionamento.

Com isso, uma empresa de manutenção de ar condicionado rj que presta o serviço completo pode divulgar o serviço como fazer indicações para uso correto e cuidados do material.

  1. Divisão entre resultados orgânicos e pagos

O último fator que deve ser levado em consideração para identificação e ranqueamento dentro do Google se trata da divisão que ocorre entre os resultados orgânicos, sem qualquer tipo de investimento financeiro, e os pagos, com aporte de orçamento de campanha publicitária.

Essa separação ocorre de forma natural, identificada e estabelecida entre aquelas que se mostram como anúncios, tanto no topo quanto na base da página de resultado de busca. 

A partir do momento que uma empresa de consultoria tributária sp estabelece um vínculo financeiro com a plataforma do Google, é certo que a marca terá destaque sobre os demais resultados pesquisados.

Dessa forma, as empresas que prezam pelo crescimento orgânico precisa trabalhar com prática de SEO e estabelecer estratégias que ajudam na melhora do posicionamento dentro da plataforma de busca do Google, entre as quais:

  • Aplicação de alt text em imagens e vídeos;
  • Cuidado com meta description;
  • Palavras-chave bem definidas;
  • Valorização sobre experiência de usuário.

Caso seja necessário fazer o anúncio de um serviço de limpeza de grades, a empresa responsável deve se atentar a esses pontos também e, assim, garantir a presença nas primeiras páginas de resultados. 

Conclusão

Quanto melhor é o posicionamento de um site no Google, melhor a divulgação e o tráfego nas ferramentas digitais à disposição dos usuários. 

Os algoritmos devem ser tratados de maneira adequada, respeitando a dinâmica aplicada pela empresa de busca, para que possam proporcionar a melhor experiência possível aos usuários. 

As limitações impostas pelo crescimento orgânico podem ser contornadas a partir do investimento em anúncios que o próprio Google Ads oferece, além do inbound marketing e tudo que se sucede, como marketing de conteúdo, SEO dentro de planejamentos e estratégias personalizadas. 

Para atrair clientes para uma loja virtual, um e-commerce ou um marketplace, o Google é essencial e faz parte do cotidiano da sociedade engajada e inserida no mundo digital.

Você pode gostar

Deixe um comentário

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support