Se você trabalha com marketing digital, com certeza já ouviu falar muito de persona e público alvo. Mas qual a diferença entre esses dois conceitos?

Para que uma estratégia de marketing funcione, não basta apenas produtos de qualidade e orçamento para investir em publicidade. É necessário criar um relacionamento sólido com os clientes, conhecendo bem as pessoas que serão impactadas pela sua marca.

Para aumentar as chances de sucesso da sua campanha, é preciso analisar o seu potencial público através da comunicação direta, fazendo um levantamento detalhado sobre o perfil dos seus clientes.

E é aqui que entram os dois conceitos chaves para uma estratégia de sucesso. Persona e Público alvo. Como identificar cada um?

Público Alvo

Um conceito famoso no mundo do marketing, o público alvo, é a parcela da sociedade que se interessa pelo seu produto. Ou seja, os seus consumidores. Para definir o seu público alvo, primeiro é necessário estabelecer alguns parâmetros, como o perfil socioeconômico, demografia, e claro, a região que será impactada pela sua campanha.

Para isso, observe características como:

  • Gênero
  • Idade
  • Profissão
  • Perfil social
  • Poder aquisitivo
  • Formação
  • Região

Confira um exemplo:

 

Definindo seu público alvo, você pode direcionar sua comunicação, traçando uma estratégia de relação direta entre sua marca e o seu nicho. Assim, você descarta a produção de conteúdo genérica, evitando o investimento em esforços que não geram resultados.

Para obter melhores resultados, você pode separar o público alvo da sua empresa x o público alvo de determinado serviço. Sim, existe diferença! Segmentando o público alvo de determinado produto, é possível traçar uma estratégia duplamente direcionada.

Para estabelecer o público dos seus produtos, analise características como:

  • Seu produto é destinado a pessoas físicas ou jurídicas?
  • Qual região é impactada pelo seu produto?
  • Qual gênero do público que consome seu produto?
  • Qual renda?
  • Qual geração ou idade se interessa pelo seu produto?

Se você já tem um público fixo, será mais fácil identificar o perfil de pessoas que melhor se enquadram na sua estratégia. E caso você esteja começando um negócio, pode optar por consultar pesquisas de marketing, e dados sobre seu segmento fornecidos por órgãos públicos, como o IBGE. Ou contratar um profissional especializado para te auxiliar nesse processo.

Persona

Com o avanço da tecnologia, o conceito de público alvo acabou dando espaço para o surgimento de um novo conceito: persona, ou buyer persona. Que é um perfil semi fictício do cliente ideal da sua marca.

É um perfil mais detalhado, que vai além dos parâmetros de definição do público alvo. É um trabalho mais cirúrgico de pesquisa, buscando compreender a fundo as necessidades desse cliente, criando uma conexão sólida entre sua marca e o alvo, estabelecendo uma relação assertiva e empática.

Além das características que encontramos no público alvo, como perfil socioeconômico, e região, a persona inclui outras características como:

  • Um nome (pode ser fictício)
  • Uma breve biografia (idade, região em que mora, profissão)
  • Estilo de vida
  • Hábitos
  • Ambições
  • Dúvidas
  • Desafios

Por exemplo:

Compreender seu público alvo é essencial, mas criar e conhecer a sua persona possibilitará uma maior confiança nas estratégias de comunicação da sua marca. Assim, você poderá direcionar sua campanha de acordo com a linguagem que será mais eficaz, saberá em qual rede social deverá focar, quais assuntos tem maior chance de sucesso, palavras-chave, formato ideal para os conteúdos, etc.

A criação da persona é útil para todas as etapas de uma estratégia, desde a idealização da campanha até o desenvolvimento do produto.

E como definir a persona ideal para sua marca?

Primeiro é necessário entender que apesar de fictícia, a persona deve ter uma base sólida através de dados e pesquisas do mercado. Para isso, você pode procurar seus clientes, ou consultar pesquisas disponibilizadas por órgãos confiáveis.

Responda perguntas como:

  • Quem é o meu cliente? Como ele é, e como ele pensa?
  • Que tipo de conteúdo ele consome sobre o meu setor?
  • O que ele faz? Qual sua profissão, quais hobbies, o que ele gosta de ler, estudar?
  • O que ele gostaria de saber sobre meus serviços?
  • Qual sua formação? Suas ambições e frustrações?
  • O que ele procura quando interage nas redes sociais?
  • Como eu posso ajudá-lo através do meu trabalho?

Realizando essa pesquisa, você pode traçar uma estratégia eficiente, que gera resultados criando uma relação única com seus clientes,  gerando uma experiência positiva para seu público.

Então, para finalizar: Persona e Público alvo são essenciais para os processos de marketing de uma empresa. Enquanto o Público Alvo traz informações mais abrangentes sobre seu cliente, a persona afunila essas informações, fornecendo maiores detalhes sobre quem é impactado pela sua marca, auxiliando o direcionamento da campanha através da abordagem mais adequada para cada público.

E você? Já criou sua persona? Conta pra gente!