| Agência de Publicidade e Marketing 360º

Mini carrinho

Com a marca de mais de 200 mil pessoas curadas da covid-19, o Brasil foi decretado como o 2° país com maior número de curados, atrás apenas do Estados Unidos com quase 450 mil curados.

O número corresponde a um pouco mais de 40% de infectados que se recuperaram, uma notícia boa já que muitos acreditavam que o Brasil não estava preparado para tal situação como essa.

Assim como a Covid-19, a dengue é uma doença viral que, em quadros mais graves, pode levar o paciente à morte. Por isso,é importante entender as semelhanças e diferenças entre as duas doenças e os riscos de contrair ambas ao mesmo tempo.

Os sintomas da dengue incluem muitas dores nas articulações, dores musculares difusas, febre e rush cutâneo (pintas vermelhas na pele), além de problemas do trato intestinal, como diarreia.

Alguns desses sintomas, como a febre, podem se manifestar igualmente na Covid-19. Porém, nesse último caso, os sinais mais presentes são associados às vias respiratórias.

Os sintomas comuns das duas doenças são febre, dor nas articulações e dor muscular. O paciente deve procurar atendimento médico para fazer uma avaliação quando esses sinais se tornam mais persistentes, se ele perceber que estão piorando.

Todos nós sabemos o quanto ta sendo difícil esse período de quarentena, alguns querem logo se encontrar com os amigos, curtir na balada, alguns não estão se dando bem com a família em casa etc. Quantas vezes você se reuniu com sua família para assistir um filme legal? Aposto que se sua resposta foi sim, você deve ter se divertido bastante nesse momento. Então se você quer repetir esse momento ou se você quer vivê-lo agora nós separamos uma lista de 10 filmes para assistir com a família.

  1. Os Irmãos Willoughby
  2. Rango
  3. Mogli ( Entre dois mundos )
  4. Matilda
  5. O pequeno Stuart Little
  6. O pequeno Príncipe
  7. A Menina e o Porquinho
  8. Meu amigo vampiro
  9. Procurando Dory
  10. O Bob Esponja Filme

Observação – Todos os filmes citados na lista estão disponíveis na plataforma Netlix.

Entrou em vigor nesta quinta-feira (30) a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais públicos no Distrito Federal. Como medida de combate a disseminação do novo coronavírus, o GDF iniciou também nesta quinta-feira a distribuição de máscaras gratuitas para a população carente da capital.

O decreto publicado em 23 de abril pelo governador Ibaneis Rocha (MDB),  torna obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos, e prevê multa de até R$ 2 mil para quem circular sem o equipamento de proteção individual. Segundo a SEMOB (Secretária de Mobilidade do Distrito Federal), quem não estiver utilizando máscaras será impedido de embarcar nos ônibus e metrô. Entretanto, na noite de ontem, 29/04, o governo do DF informou que adiou para 11 de abril a proibição de acesso ao transporte e aplicação de multa para quem não estiver usando máscaras.

De acordo com o texto, o uso obrigatório dos itens de proteção se aplica a espaços públicos, vias públicas, transporte coletivo, e estabelecimentos comerciais, industriais e serviços da capital.

A Semob em parceria com o GDF fará uma campanha educativa sobre a importância do uso de máscaras no combate ao avanço da pandemia. A Secretária de Transporte, informou também que já determinou que as empresas de transporte coletivo disponibilizem máscaras para os cobradores e motoristas.

A distribuição dos equipamentos, que são laváveis e reutilizáveis, começa hoje (30/04) e será limitada a duas máscaras por pessoa.

Confira os locais de distribuição:

A entrega acontecerá em dias úteis, das 6h às 21h.

Estações de metrô:

Estação Ceilândia Norte

Estação Ceilândia Centro

Estação Guariroba

Estação Ceilândia Sul

Estação Centro Metropolitano

Estação Praça do Relógio

Estação Taguatinga Sul

Estação Samambaia

Estação Samambaia Sul

Estação Furnas

Terminais de ônibus 

Terminal Brazlândia Centro (Área Especial Setor Norte Lote 01)

Terminal Brazlândia Setor Veredas (Setor Veredas Praça Central AE Lote 01)

Terminal Setor “O” (Área Especial C Quadra QNO 14)

Terminal Setor P Sul (QNP 24 Área Especial 01)

Terminal Setor QNQ/QNR (QNR 01 Área Especial – Expansão Ceilândia)

Terminal Setor Gama Central (Setor Central Área Especial Gama)

Terminal Gama Sul (Quadra 05 Área especial Gama)

Terminal Santa Maria Sul (Área Especial Quadra 401 – Santa Maria Sul)

Terminal Recanto das Emas I (Área especial Quadra 311 Recanto das Emas)

Terminal Recanto das Emas II (Avenida Ponte Alta Quadra 400/600)

Terminal Samambaia Sul (QN 327 Área Especial 1 Samambaia Sul)

Terminal Samambaia Norte (QR 433 S/N Área Especial)

Terminal do Paranoá (Quadra 33 Área Especial Lote 01)

Terminal de Planaltina (Avenida Independência, Setor de hotéis e diversões Projeção O)

Terminal Riacho Fundo I (Quadra 04 Lotes 6 a 8 Riacho Fundo)

Terminal Riacho Fundo II (Área Especial QS 18 Riacho Fundo 02)

Terminal São Sebastião (Área Especial EDF 135 São Sebastião)

Mini Terminal Sobradinho I (Área Especial EDF 135 São Sebastião)

Terminal Sobradinho II (Quadra AR 25 – Conjunto 01 – Lote 02 Sobradinho 02)

Terminal Taguatinga M Norte (QNM 42, Área Especial 03 Lote 03 a 07)

Terminal Taguatinga Sul (Área Especial 09)

Apesar da distribuição de máscaras, a maior medida de prevenção ainda é o isolamento social.

 

Começaram nesta terça-feira (21) as ações de testagem em massa no Distrito Federal. No primeiro dia, já foram detectados 46 casos confirmados de Covid-19.

Foram realizados 3.196 testes em Águas Claras, e no Plano Piloto, cidades com maior incidência da doença na capital. As testagens aconteceram durante todo o dia, por sistema de drive thru, e por ordem de chegada. Para evitar aglomerações, os atendimentos aconteceram dentro dos veículos.

Primeiro, era feita a triagem de temperatura com câmeras térmicas, realizada pelo Corpo de Bombeiros, e em seguida a coleta da gota de sangue do usuário, similar aos exames de glicemia para diabéticos.

O resultado sai em 30 minutos, e é entregue logo após a aplicação. As pessoas que não apresentavam sintomas, não foram testadas.

Para aqueles que já apresentavam sintomas graves, era feito o swab, teste que coleta o material da garganta e nariz do paciente, enviado ao laboratório, e o resultado entregue em até 48 horas.

Aqueles que tinham a confirmação da infecção, e apresentavam sintomas graves, eram direcionados ao Hospital Regional da Asa Norte (HRAN).

O governador Ibaneis Rocha (MDB), explicou que a testagem em massa trará maior segurança, e possibilitará a determinação de medidas futuras.

A previsão é que 100 mil brasilienses façam o teste durante a primeira fase da mobilização, até 30 de abril. O Governo do Distrito Federal pretende testar até 450 mil habitantes até o fim de maio, que é a previsão para que o funcionamento local seja normalizado.

Como e onde fazer o teste?

Segundo o governador, a escolha dos locais para a montagem das ações se deu ao grande números de casos da doença nessas localidades, e que moradores de qualquer região podem realizar o exame.

A  recomendação é que a preferência seja para pessoas que convivem com idosos, e com pacientes com comorbidades, para evitar que assintomáticos levem a doença até eles. Mas ninguém está sendo proibido de fazer o teste. 

As testagens estão acontecendo de segunda a sexta, de 8h às 17h, no Estádio Mané Garrincha; estacionamentos 4,6,11, e 13 do Parque da cidade; Centro Universitário Unieuro, em Águas Claras; Centro Universitário Uniplan, em Águas Claras; e na Residência Oficial de Águas Claras, em sistema de drive thru, por ordem de chegada.

Ligamos para Você!


Seu número de telefone não será usado para fins de marketing